Odontopediatria

A Odontopediatria é a especialidade da medicina dentária que estuda e promove a saúde oral infantil e tem como principal objectivo a manutenção de uma dentição saudável até que os pequenos pacientes cheguem à idade adulta.

As crianças não podem ser consideradas adultos pequenos, necessitam de uma abordagem específica e adequada a cada momento do seu desenvolvimento.

Não basta: “ter jeito com os pacientes jovens”. É importante saber ajudar as crianças a relaxar, criar empatia e saber como comunicar com elas.

A conservação da integridade da dentição primária e suas funções até ao período de exfoliação natural, constitui um dos objectivos fundamentais
da odontopediatria.

As funções dos dentes de leite (decíduos) são as seguintes:

  • Estética
  • Mastigação, Deglutição e Fonação
  • Manutenção dos espaços para a correcta erupção dos dentes permanentes

A perda prematura de dentes primários provoca:

  • Problemas oclusais
  • Alteração da estética
  • Alteração na fonética
  • Problemas funcionais

Quando fazer a primeira consulta de Medicina Dentária?

O paciente pediátrico deve fazer a sua primeira consulta dentário por volta dos 3 anos de idade, por vezes a consulta poderá ser mais cedo por indicação do pediatra. Altura em que está aberto a novas experiências, coincide em geral com a entrada para o jardim de infância.A altura é a ideal porque a dentição decídua já está completa e permite avaliar a presença de:

  • cáries
  • pigmento
  • maloclusão

Erupção dos dentes

Os primeiros dentes temporários começam a aparecer por volta dos 5-6 meses na arcada inferior.

A erupção é um processo em que o dente migra da sua posição intragengival até à superfície:

  • 5-7 meses
    Incisivos centrais inferiores
  • 7-9 meses
    Incisivos centrais superiores
  • 9-10 meses
    Incisivos laterais superiores
  • 12-14 meses
    Incisivos laterais inferiores
  • 14-18 meses
    Primeiros molares tanto superiores como inferiores
  • 18-24 meses
    Caninos
  • 24-30 meses
    Segundos molares tanto superiores como inferiores

Cáries de Biberão

Este tipo de cáries agressivas ocorre em crianças muito pequenas que dormem com uma chupeta molhada num elemento açucarado (ou aqueles que tomam biberão no berço):

  • mel
  • açúcar
  • sumos de fruta
  • leite condensado

Lactancia prolongada

É a patologia dentária mais frequente no lactante.

Caracterizam-se por:

  • Ocorrer em crianças pequenas
  • Numerosas peças dentárias, especialmente molares
  • Afecta superfícies geralmente livres de cáries
  • Cursa com lesões extensas e de progressão rápida
  • Os incisivos inferiores não apresentam lesões devido à acção protectora do lábio inferior, língua e a acção da saliva
  • Geralmente simétricas

A disposição das lesões reflecte os lugares onde os hidratos de carbono ficam depositados banhando e lesando superfícies dentárias pouco propensas a cáries, como as faces palatinas dos incisivos superiores.

Afecta os dentes com localizações específicas:

  • Dentes anteriores superiores
  • Primeiros molares superiores e inferiores
  • Caninos inferiores

Supranumerários

Nesta situação clínica a criança tem dentes em número superior ao habitual, o que pode causar anomalias de erupção dos dentes definitivos habituais, levando a desarmonias dento-maxilares que quando não tratadas atempadamente causam alterações estéticas e funcionais, que requerem muitas vezes tratamento cirúrgico e ortodôntico.

Intervenções sob Anestesia Geral

Na consulta de Odontopediatria da Real Clínica temos como objectivo tratar os nossos pequenos pacientes num ambiente descontraído e os tratamentos são levados a cabo por clínicos especializados.

Desta forma a grande maioria dos tratamentos é efectuado na consulta de ambulatório sem que a criança sofra ansiedade ou dor.

No entanto, em algumas situações, é melhor para a criança fazer os tratamentos sob anestesia geral por forma a evitar situações traumáticas que impossibilitem a realização de tratamentos futuros:

  • No caso de pacientes que não colaboram em ambulatório.
  • Pacientes com necessidades especiais.
  • Cirurgias complicadas.

Embora ainda encarada com reservas por alguns pais, esta solução é amplamente utilizada com óptimos resultados em toda a Europa e Estados Unidos com excelentes resultados clínicos comprovados cientificamente

Mantedores de Espaço

  • Pequenos aparelhos que servem para guardar o espaço para os dentes permanentes.
  • Quando temos de extrair dentes decíduos antes do processo de exfoliação natural.

Aparelhos para substituir dentes

Quando há perda de dentes definitivos e ainda não se podem fazer implantes nem próteses.

Traumatismos

A grande actividade física das crianças aumenta a probabilidade de lesões dentárias por trauma causado por quedas com grande impacto, sem que os mecanismos de defesa estejam ainda bem desenvolvidos.

Quando ocorrem, este tipo de situações devem ser avaliados, pois na dentição decídua podem afectar o normal desenvolvimento e/ou erupção dos dentes permanentes, e na dentição mista podem levar a compromisso estético permanente.

Selantes de Fossas e Fissuras

  • Usam-se como método de prevenção contra a carie
  • Grande adesão ao esmalte que facilita a obturação superficial das faces oclusais de pré-molares e molares sãos

Pigmento Dentário

Esta situação clínica muito frequente deve-se à presença de bactérias específicas da dentição decídua/mista e é de fácil resolução na consulta de Odontopediatria.

Hipoplasias de esmalte

São zonas frágeis do esmalte, que podem ir desde pequenas manchas esbranquiçadas nos dentes até depressões rugosas acastanhadas onde facilmente se instalam cáries.

A etiologia mais frequente é o flúor em excesso.

 

Corpo Clínico


Acordos/Convenções

  • SS Caixa Geral de Depósitos
  • AdvanceCare

Horários e Marcações

Segunda-feira a sexta-feira entre as 9h e as 19h30 por marcação prévia